sábado, 1 de janeiro de 2011

O Metrô Proibido

Já publicamos aqui matérias sobre metrôs do Brasil e do Mundo.

Do Brasil, falamos de Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Teresina (PI).

Nas Américas, falamos de Buenos Aires (Argentina), Chicago (Estados Unidos), Cidade do México (México) e Vancouver (Canadá).

Da Europa, falamos do de Copenhague (Dinamarca), Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Milão (Itália), Moscou (Rússia), Paris (França), Sochi (Rússia)

Da Ásia, falamos de Nova Déli (Índia), Tashkent (Uzbequistão) e Tóquio (Japão).

Chegou a vez de falarmos do metrô de Pyongyang, capital da Coréia do Norte. O metrô é proibido para turistas e estrangeiros, o mapa de sua rede não é divulgado em panfletos e pouco se sabe sobre ele. Há diversas especulações sobre a quantidade de linhas e o número de estações.

Sabemos que o metrô foi inaugurado em 1973 e, portanto, tem 37 anos. Além de sistema de transportes, este metrô tem evidências que ele foi construído também para fins militares. Ele é tão profundo, quanto o de Moscou. Outra razão para se acreditar nisso é que há diversas portas de aço, que podem lacrar estações e acessos. O metrô de Pyongyang pode servir de abrigo, em caso de guerra.

A foto acima mostra a Estação Yonggwang (Glória), a mais luxuosa da rede. Os arcos iluminados fazem referência à vitória e o mural sobre as escadas mostra o Lago Cho, no Monte Paektu, onde Kim Jong Il diz que nasceu - apesar dos registros soviéticos indicarem que o líder nasceu em Khabarovsk, Rússia.

Ao longo da estada no metrô, seis canções norte-coreanas são bastante ouvidas e repetidas pelo sistema sonoro. São elas: "Sem Terra Natal Sem Você"; "A Música do General Kim Il Sung"; "A Canção do Querido Camarada Kim Jong Il"; "Hino Nacional da Coréia do Norte"; "Reunificação do Arco-Íris"; e "Devemos Te Seguir para Sempre".

O mapa abaixo mostra a suposta rede do metrô norte-coreano. Ninguém sabe ao certo se as extensões foram concluídas ou não. Acredita-se que sim, pois algumas estações tinham o prazo de serem terminadas no ano 2000.

Há rumores que Estação Kwangmyong está fechada porque ela fica próxima ao Mausoléu de Kim Il Sung.

Os mistérios sobre o metrô de Pyongyang persistem. Há rumores de que duas linhas exclusivas para uso governamental existem e são utilizadas até hoje.

As locomotivas e vagões foram construídas por Alemanha, China e a própria Coréia do Norte.

Fora do subterrâneo, a capital norte-coreana tem uma linha de VLTs, que corta a cidade.

Veja mais fotos do metrô proibido abaixo:





Nenhum comentário:

Postar um comentário