terça-feira, 28 de março de 2017

Prefeitura Não Ajudará na Estação Gávea

O prefeito eleito Marcello Crivella prometeu "garantir junto ao Estado que a Estação do metrô da Gávea esteja em operação até o final de 2017". A promessa consta em seu programa de governo e foi registrada no TRE.

Apesar de ter criado uma comissão para avaliar o andamento das obras de metrô (que andamento?) o vice-prefeito, Fernando Mac Dowell já declarou que a prefeitura não tem como colaborar financeiramente com as obras.

terça-feira, 21 de março de 2017

Tatuzão Parado Custa R$ 3 Milhões por Mês

Uma obra de metrô não é barata. Pelo menos, quando estiver pronta, a população usufrui de seu excelente serviço.

Uma obra de metrô parada tampouco é barata. No caso específico da Linha 4, ela tem custos de se manter e proteger buracos abertos da Estação Gávea, de fazer a manutenção diária no tatuzão, de pagar funcionários empregados pelo consórcio construtor, iluminação, manutenção e vigilância das aduelas prontas no Centro, entre outros. Isso sem contar, com o risco de possíveis furtos de equipamentos.

Pior é saber que a Estação Gávea não é a única nesta situação. É bom lembrar que o Rio tem a Estação Morro de São João e a Estação Carioca 2 com 80% de suas estruturas prontas.

Em 05 de Março de 2017, o Globo publicou a matéria "Verba Que Vai para o Buraco". Ela foi escrita por Guilherme Ramalho. Segundo a reportagem, listamos os custos abaixo:

* Custo Total das Obras paradas há dois anos: R$ 34,2 milhões.

Sendo que:
* Custo Total da manutenção do Tatuzão: R$ 29,2 milhões.
* Custo Total dos Canteiros de Obras: R$ 5 milhões.
* Custo Mensal da manutenção do Tatuzão: R$ 2,9 milhões.
* Custo Mensal dos Canteiros de Obras: R$ 222.968,57.

Lembrando que:
* Custo da Compra do Tatuzão em 2011: R$ 100 milhões.
* TCE Encontrou Sobrepreços na obra da Linha 4 na ordem de: R$ 2,3 bilhões.
* Custo Estimado da Linha 4: R$ 5 bilhões.
* Custo Total da Linha 4: R$ 9,7 bilhões.
* Verba que falta para a conclusão da Estação Gávea: R$ 500 milhões.

É bom lembrar ao leitor também que a Linha 4, incluindo a Estação Gávea, tinha a previsão inicial de ser inaugurada em Janeiro de 2016. Ela foi inaugurada somente em Agosto de 2016 sem a Estação Gávea.



terça-feira, 14 de março de 2017

Quanto Custa o Metrô Parado e a Máquina Estatal?

As obras paradas do metrô têm um custo. Custo de manutenção dos buracos abertos, custo de manutenção do tatuzão parado, custo de vigilância dos buracos e equipamentos largados, custo de energia elétrica, salários de funcionários, risco das aduelas prontas apodrecerem, risco de furtos de equipamentos, etc, etc.

A situação descrita acima não é exclusiva da Estação Gávea. Ela também se refere à Estação Carioca 2, Estação Morro de São João e até ao que foi escavado entre a Estação Estácio e a Estação Carioca 2.

Para piorar, o Estado que se encontra inadimplente com seus servidores e com muitos fornecedores, gasta por mês uma quantia que poderia ser economizada com empresas públicas já fechadas, que resistem a desaparecerem.


terça-feira, 7 de março de 2017

Novos Ônibus

Ainda para compensar a não construção da Linha 4 original, os ônibus do Metrô de Superfície continuam a circular em dus linhas.

A primeira circula entre a Estação Antero de Quental e o terminal rodoviário da Gávea e será desativada assim que a Estação Gávea for concluída.

A segunda tem o trajeto entre a Estação Botafogo e a o terminal rodoviário da Gávea e será desativada quando a Linha 4 original for concluída com a Estação Gávea, Estação Jockey Club Brasileiro, Estação Jardim Botânico, Estação Humaitá, Estação Dona Marta e a ampliação da Estação Botafogo (ou Estação Morro de São João).

O problema dos novos ônibus, além da pintura que parece uma caixa de remédios, é a falta de cobrador. O motorista assumiu a função de cobrar os passageiros.