sábado, 30 de maio de 2009

Estação Saes Peña

A Estação Saes Peña fica na praça homônima e atualmente é a estação termina da Linha 1.

A estação fica no coração da Tijuca e foi inagurada em 1982. Cerca de 80 mil pessoas passam por ali todos os dias.

Está prevista a construção da Estação Uruguai partinda da Estação Saes Peña. A concessionária tem até julho de 2014 para finalizar a obra.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Estação Acari / Fazenda Botafogo

Esta estação da Linha 2 foi inaugurada em 1998. Ela está localizada numa área industrial da Zona Norte. Seus acessos são através da Avenida Automóvel Clube, nos sentidos Pavuna e Centro.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Blog Visitou Terreno da Estação São João

Visitamos no último dia 20 de Maio a Estação Morro de São João. Ou melhor: o terreno onde seria ou será construída a Estação São João, em Botafogo.

O terreno fica na Rua Álvaro Ramos, em frente à Rua Fernandes Guimarães.

A Estação Morro de São João estava no projeto original do metrô, do final dos anos 60.

Nos anos 90, com a execução da obra até a Estação Cardeal Arco Verde, o túnel do metrô manteve seu trajeto original. Ou seja, o metrô já passa sob o Morro de São João. Mas a estação não foi construída.

O governo do estado na época exigia que o Shopping Rio Sul custeasse a obra e este não aceitou, pois a estação ainda é longe do shopping (que deverá ter uma estação da Linha 4A).

Ano passado, moradores e trabalhadores da região fizeram um abaixo assinado entregue ao governo estadual exigindo a conclusão da obra, iniciada nos anos 70.

No contrato de renovação da concessão do metrô, está previsto que a concessionária pode, se desejar, construir a estação. Mas ela não é obrigada. Obrigada mesmo ela só é a fazer a Estação Rua Uruguai, Estação General Osório, Estação Cidade Nova e Linha 1A.

No local, a Associação de Moradores de Botafogo pendurou uma faixa exigindo a estação de metrô. Ela valorizaria a área e iluminaria o local, muito escuro à noite.

No mapa abaixo, podemos ver que há uma distância considerável entre a Estação Botafogo e o local do que seria a Estação Morro de São João.

As fotos são de Caio Macedo.

















quarta-feira, 27 de maio de 2009

Estação Catete

A Estação Catete fica entre a Estação Glória e a Estação Largo do Machado e foi inaugurada em 1981.

A estação está localizada entre o Palácio do Catete e o que sobrou do casario antigo da rua de mesmo nome, hoje ocupado por pensões, pequenos hotéis e um intenso comércio. O Museu do Folclore também fica próximo.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Estação Engenheiro Rubens Paiva

A Estação Engenheiro Rubens Paiva foi inaugurada em 24 de Setembro de 1998. Ela está localizada na Avenida Pastor Martin Luther King Júnior.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Linha 7

O plano para a Linha 7 do metrô do Rio de Janeiro foi descoberto por nosso blog visitando vários sites de Niterói. A Linha 7 só foi concebida (mesmo que apenas no papel) nos anos 90.

Ela começaria na Estação Praça Araribóia e iria em direção ao Centro de Niterói e depois passaria por Ingá, Icaraí, São Francisco, Viradouro, Pendotiba, Piratininga e Itaipu.

O governo municipal de Niterói exige que a linha 7 seja toda ela subterrânea.

Ao lado mostramos o mapa de Niterói por onde passará a Linha 7. O ponto "A" é a Estação Praça Araribóia.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Metrô Inicia Obras da Passarela na Presidente Vargas

Em março de 2010 ela será inaugurada interligando a Estação Cidade Nova com a prefeitura da cidade. A passarela terá oito metros de largura, terá cobertura e quiosques. Sua extensão será de 1,3 km.

As obras da Linha 1A estão a todo vapor desde março deste ano.

A concessionária do metrô tem até 2014 para inaugurar a Estação General Osório (dezembro de 2009), a Linha 1A (março de 2010) e a Estação Uruguai (junho de 2014). Ela também estuda a possibilidade da construção da Estação São João, em Botafogo.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Estação Cardeal Arco Verde

O metrô chegou a Copacabana em julho de 1998. A Estação Cardeal Arco Verde foi a primeira do bairro. Suas obras começaram nos anos 80 e só terminaram quase vinte anos depois. Ela é considerada uma das mais belas e modernas estações do país. Ao longo dos 48m de profundidade, os clientes se deparam com instalações modernas e coloridas e uma arquitetura diferente. Nela transitam aproximadamente 60 mil pessoas por dia.

A Estação Cardeal Arco Verde fica entre as ruas Tonelero e Barata Ribeiro e possui um acesso somente, pela Rua Barata Ribeiro.

No futuro, ela deverá receber o metrô da Linha 1B, vindo da Estação Princesa Isabel e indo em direção à Estação Constante Ramos.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Estação Irajá

A história da Estação Irajá do metrô começa em 1883. O local era uma antiga estação de trem, aberta pela Estrada de Ferro Rio d´Ouro.

A Estação Irajá foi inaugurada em 1998. Ela é uma das estações da Linha 2 e fica no encontro das avenidas Pastor Martin Luter King Jr. e Monsenhor Félix, as mais importantes do bairro.

Além da Linha 2, ela aguarda receber o metrô da Linha 6. Sob a plataforma da Linha 2, deve ser construída a plataforma para receber a Linha 6. Na Linha 2, ela está entre Vicente de Carvalho e Colégio. Na Linha 6, ela ficará entre Vaz Lobo e Brás de Pina.

domingo, 17 de maio de 2009

Briga na Justiça Atrasa Construção da Estação Jardim Oceânico

A 5a Vara de FAzenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio deu liminar, pedida em ação popular impetrada pelo deputado Paulo Ramos (PDT) que proíbe o estado de pagar pela desapropriação do terreno onde ficava o Motel Maxim´s, local escolhido para a abrigar a Estação Jardim Oceânico (foto do bairro).

O impasse gira em torno da propriedade do terreno. A ação popular ressalta que, como a área é da União, o governo estadual não deveria pagar nada aos ocupantes já que, por se tratar de obra de interesse público, a União poderia cedê-la gratuitamente. A Secretaria de Patrimônio da União, ligada ao Ministério do Planejamento, confirma que o terreno é federal.

Em novembro de 2008, o Grupo Opportunity comprou o terreno por 20 milhões de Reais e pretende construir ali um prédio comercial. O banco exige ser indenizado.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

O Metrô de Moscou

O Metrô de Moscou, capital da Rússia, é coisa séria. São 13 linhas, incluindo as da superfície. São dezenas de estações e os moscovitas não páram de construir novas estações e expandir suas linhas. Bem diferente do Rio de Janeiro....


A primeira linha do metrô de Moscou foi construída em 1935 (no Rio a Linha 1 ainda nem foi terminada). Somente de 2000 para cá, 14 novas estações foram inauguradas. Incrível!


Outra atração do metrô de Moscou é a beleza de suas estações, que viraram atração turística mesmo para quem não vai usar o metrô. Reproduzimos abaixo algumas delas. Em ordem estão Prospekt Mira, Paveletskaya, Novoslobodskaya e Mayakovskaya.










terça-feira, 12 de maio de 2009

Audiência Pública Discutiu Linha 3

A obra da Linha 3 do metrô, que vai ligar Niterói a São Gonçalo, deve começar no prazo de um mês, no trecho entre os bairros do Barreto e Alcântara. Durante audiência pública realizada ontem, na Câmara dos Vereadores de São Gonçalo para discutir os impactos da implantação da linha férrea no município, o subsecretário estadual de Transportes, Sebastião Rodrigues, informou que o investimento de R$ 62 milhões para o início das obras já está à disposição do governo estadual, por meio de convênio com o Ministério das Cidades - sendo R$ 12 milhões dos cofres estaduais e os R$ 50 milhões restantes liberados pela União.

"Já temos a licença ambiental prévia e o Instituto Estadual do Ambiente deve liberar uma definitiva que nos permita o início das obras já nesse próximo mês. Já fizemos também um plano de trabalho para receber mais R$ 400 milhões por meio desse mesmo convênio com o Ministério das Cidades", afirmou Rodrigues.

Durante o encontro, os moradores do Jardim Catarina e arredores, em São Gonçalo, reivindicaram a circulação do metrô "em elevado" e não pela superfície, como prevê o projeto, no trecho que liga Alcântara a Guaxindiba, para que os bairros não acabem divididos, dificultando a circulação de pedestres e ciclistas.

Representante de moradores do Jardim Catarina, Carlos Santana também pediu à Câmara dos Vereadores que faça um decreto legislativo para embargar este trecho da obra.

O subsecretário estadual de Transportes, por sua vez, explicou que qualquer alteração no plano inicial poderia prejudicar o andamento das obras, já que para um novo projeto outros trâmites burocráticos seriam necessários.

"Qualquer ação judicial nesse sentido pode atrapalhar o andamento da obra. É uma obra de 23 quilômetros e por causa de quatro quilômetros vamos parar a obra? É melhor começar a obra e, se por ventura, no trecho de Guaxindiba for preciso construir o metrô em elevado, vamos considerar. Logicamente que o contrato terá de ser auditado novamente. Mas já temos um contrato assinado que prevê que temos de fazer a obra cumprindo o que está previsto no contrato", disse.

Estavam presentes no encontro o vereador Miguel Moraes (PT), além de membros das associações de moradores de vários bairros de São Gonçalo e representantes da Prefeitura da cidade.

Vereador preocupado com entorno

Ainda durante o encontro, o vereador petista Marlos Costa questionou como ficará a situação dos moradores que vivem no entorno da linha férrea e que terão de deixar suas casas.

"Tenho informações de que há cerca de quatro mil pessoas nessa região. Como ficarão essas pessoas?", indagou Marlos.

Em resposta, o subsecretário estadual de Transportes, Sebastião Rodrigues, explicou que os moradores serão indenizados.

"A desapropriação será feita junto com a Procuradoria Geral do Estado. Tudo será feito junto com a Justiça, que vai avaliar e identificar o valor dos imóveis. As pessoas serão indenizadas e realocadas", explicou.

Fonte: Jornal O Fluminense, em 29 de Abril de 2009.

sábado, 9 de maio de 2009

Cidade da Música Custou Duas Estações de Metrô

Imensa obra na Barra da Tijuca, de gosto e necessidade duvidosos, tem suspeita de fraude e superfaturamento, segundo denúncias do jornal O Globo desta semana. A despesa já chegou a 439 milhões de Reais e ainda se é preciso gastar outros 150 milhões para terminar este elefante branco.

Com este dinheiro, era possível construir duas estações de metrô, ou quem sabe até acabar a Linha 2, construindo as estações Praça da Cruz Vermelha, Carioca e Barcas, já que uma parte das obras já foi feita nos anos 70 e 80.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Botafogo Sempre Engarrafado

O bairro de Botafogo está sempre engarrafado. Isso porque o bairro tem apenas uma estação de metrô e há décadas aguarda por outras três. Como isso não acontece, Botafogo, que é um bairro de passagem para o aterro do Flamengo fica engarrafado. Na hora do rush é terrível passar por ali de carro. Durante o calendário escolar, a coisa piora, pois há muitos colégios na região.

As seis vias de ligação do bairro estão sempre paradas. São as ruas São Clemente, Voluntários da Pátria, Humaitá, Mena Barreto, Real Grandeza e Alfredo Chaves. Todas elas estão em mal conservação (completamente esbucaradas), repletas de ônibus e com muitos carros. A faixa reversível, criada recentemente na Rua Humaitá, apenas tapa o sol com a peneira.

O projeto da Linha 4 do metrô é dos anos 80. Ela nunca saiu do papel. Saindo da Estação Carioca, o metrô pararia na Estação Laranjeiras e de lá chegaria na já existente Estação Botafogo. A Estação Largo dos Leões e Estação Humaitá dariam seqüência à Linha 4, que só terminaria na Estação Alvorada.

Botafogo também receberia os trens da Linha 4A, que começaria na Urca, passaria pelo Rio Sul e terminaria na Estação Botafogo. Este projeto é dos anos 90 e substituiria o projeto original da Linha 1, dos anos 60/70, que previa a Estação São João no bairro.

Estação Botafogo é de vital importância. Ela deveria ter uma quarta plataforma para receber os trens também da Linha 1B, vindos da futura Estação Real Grandeza. A Linha 1B sairia da Real Grandeza em direção ao Leme.

Ao lado, mostramos diversas fotos do trânsito caótico nas vias de acesso de Botafogo: trânsito, faixa reversível, e ônibus sem conservação são os temas.

Botafogo é bairro grande, com muitas empresas, residências, bares, restaurantes, cinemas e shoppings. A rede de metrô ali precisa ser ampliada. Urgentemente!



segunda-feira, 4 de maio de 2009

Estação Cidade Nova em Construção

O Globo e O Globo Online publicaram fotos da Estação Cidade Nova em construção. Ela ocupará o terreno onde ficaria o Memorial Leonel Brizola, já demolido.

A Linha 1A será muito curta e terá apenas três estações: Estácio, Cidade Nova e Central. A linha será construída na superfície e a Estação Cidade Nova terá uma passarela sobre a Avenida Presidente Vargas.

Espera-se que com a Linha 1A, os passageiros passem menos sufoco ao fazer baldeação na Estácio, além de encurtar o tempo da viagem de metrô.

O cronograma das obras prevê a conclusão da Linha 1A em março de 2010, quatro meses após a inauguração da Estação Praça General Osório, da Linha 1.

domingo, 3 de maio de 2009

Metrô de Chicago

Chicago é a terceira adversária do Rio nas Olimpíadas. Confira sua rede de metrô.

sábado, 2 de maio de 2009

Madrid Briga por Olimpíada

A capital espanhola tem 12 linhas de metrô. No quesito transportes, esmaga a candidatura do Rio de Janeiro.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Metrô de Tóquio

A capital japonesa também é candidata à Olimpíada. Veja sua rede de metrô.