quinta-feira, 3 de março de 2016

Obras entre Estação Estácio e Estação Afonso Pena

Contribuição de Carlos Moffatt (acervo pessoal):

1976:





1977:









1978:


















1979:








10 comentários:

  1. Muito bom rever. Essa parte da Tijuca parece que nao sofreu tanto como a Praça Sáenz Pena que ficou interditada de 1976 a 1982 !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Botafogo sofreu muito também até fazerem a ligação com Copacabana!

      Excluir
  2. Há algum tempo curto as postagens de vocês e acho ótimo essa maneira de retratar a história da infraestrutura da cidade. O metrô conta bem esse "desenvolvimento" que tivemos nas últimas décadas. Sorte nossa termos esse material ainda disponível.

    Obrigado e parabéns ao blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos pouco. Tudo o que conseguimos, nós publicamos.

      Excluir
  3. Douglas Vinícius6 de março de 2016 20:37

    Miguel me tire uma curiosidade bitola e o diâmetro das rodas do trem ou da pertencente de cima do trilho já procurei várias informações mais nada espricativo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a largura determinada pela distância medida entre as faces interiores das cabeças de dois carris (ou trilhos) em uma via férrea.
      Medida de largura de cordas e/ou fios

      Excluir
  4. A rua criada é a João Paulo I, hoje um dos principais acessos à Tijuca.

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante esse acervo...
    EU sempre tive curiosidade com relação a essa "região" do metrô , principalmente o rabicho do Estácio e o túnel entre Estácio 2 e S. Cristovão ( dizem que foi um trecho de alta complexidade devido a profundidade e ao solo da região, custando uma fortuna na época).
    Existem poucos registros desse trecho , mas graças ao blog pude matar um pouco da curiosidade vendo a obra entre Estacio 1 e Afonso Pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Gostaria de ter mais fotos, de outras obras, tanto da Linha 1, quanto da Linha 2.

      Excluir