domingo, 9 de maio de 2010

Você se Lembra do Pré-Metrô?

O Pré-Metrô era um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) usado nos anos 80 e 90 na Linha 2. Pior do que é hoje, os trens da Linha 2 não tinham ar-condicionado e sua manutenção era péssima.

A Linha 1, sempre teve trens semelhantes aos de hoje.

Atualmente, todos os trens estão em utilização diariamente. O Estado do Rio de Janeiro comprou dezenas de vagões e locomotivas chinesas. Estas composições começarão a chegar em 2011 e tudo será entregue até 2012.

12 comentários:

  1. E os VLTs não se desintegraram. Foram reformados, receberam ar condicionado e estão engavetados. Há proposta de utilização deles como frota inicial da linha 3.

    Em encontro na sede, o que falaram deles foi: "nem fala dele que dá azar".

    Esse modelo já operou em Campinas como VLT (o serviço é que foi desativado). É bem versátil.

    Poderia ser utilizado como pré-metrô em alguma área da cidade que precisasse de melhoramento enquanto o metrô não abrangesse a região. Algumas áreas a se verificar são a Av. Dom Hélder câmara, a via Light (que deveria chegar até Madureira), a Cidade Universitária (que carece muito de transporte de massa), a área portuária ou o miolo de São Cristóvão.

    Uma proposta de VLT foi feita pela prefeitura na época em que esses estavam na linha 2. Nenhum consórcio quis bancar o material rodante. Hoje temos o material e não sabemos o que fazer com ele.

    Pior que isso só modernizar o bonde de Santa Teresa baseado no sistema desse VLT.

    ResponderExcluir
  2. Gabriel, você trabalha no Metrô?

    O VLT poderia ser utilizado em diversos pontos da cidade. É melhor do que o "metrô sobre rodas" - desde que tenha ar-condicionado.

    ResponderExcluir
  3. Poderiam usá-los na nova Av. Rio Branco e onde ficava a perimetral depois de derrubada.

    ResponderExcluir
  4. Meu medo é que o Pré-Metrô seja o Metrô do Sérgio Cabral. Em outras palavras, que eles resolvam fazer o metrô por cima de terra, em vez de fazê-lo subterrâneo. Tem também a questão do ar-condicionado. Será que os trens e vagões parados permitem que estes sejam implantados?

    ResponderExcluir
  5. A informação que tenho é que o ar condicionado foi instalado. Ainda assim, cabe mencionar que ônibus normalmente não tem. O metrô de São Paulo não tem (no geral) e não chega a ser nenhum martírio. Mas problemas como barulho, que uma vedação (que requer ar condicionado) ajuda bastante.

    Você citou o termo "metrô sobre rodas" e olha o que eu twittei depois de ver o ministro das cidades usando esse termo para BRT: BRT = http://bit.ly/9OvlRm | Metrô sobre pneus = http://bit.ly/dmjlcr => BRT ≠ Metrô sobre pneus. O ministro das cidades precisa aprender...
    Até lá estamos mal de representação...

    ResponderExcluir
  6. Segundo me consta, estes VLTs estão hoje guardados no pátio existente depois da estação Saens Penã e que alguns chamam de rabicho da Tijuca.

    ResponderExcluir
  7. Terão de sair de lá até 2012, quando começarão (será?) as obras da Estação Uruguai.

    ResponderExcluir
  8. Já saíram e estão no estacionamento construido para eles ao lado da estação Cidade Nova do Metrô, em resposta ao meu e-mail o Metrô Rio informou que não há chances de usar eles para suprir a falta de composições na linha 2 enquanto os novos não chegam, pois estão modernizando toda linha para receber os novos trens e estes vlt´s sõa muito antigos.
    Enquanto isso, caos, ar condicionado ruim, quando tem, falta de educação, stress e Baldiação no estacio nos fds, e feriados (ainda...). Enquanto o povo ainda continuar dizendo que se não gostou ande de Taxi os responsáveis ainda irão montar em cima dos seus clientes que sustentam suas vidas ganhas com nosso sacrificio diário!!!!

    ResponderExcluir
  9. Isso poderia ser utilizado no VLT da Zona Portuaria, quando derubarem a Perimetral...

    ResponderExcluir