terça-feira, 5 de novembro de 2013

O Fim do Tatuzão Antigo

Uma fonte confiável que já trabalhava no Metrô do Rio de Janeiro nos anos 80 e 90 confirma: o tatuzão antigo foi desmontado depois de cavar apenas 5 metros de túnel a título de teste. Como não havia dinheiro para a obra de conclusão da Linha 2, o tatuzão foi enviado para outras paragens.

10 comentários:

  1. Enquanto isso, a Linha 5 de São Paulo está em obras com dois tatuzões e está para chegar um terceiro lá...

    ResponderExcluir
  2. A informação que tenho, de alguém que trabalhava na construtora, é exatamente essa.
    Montaram o shield, fizeram uma pequena escavação de teste e desmontaram porque o não havia dinheiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo. A Camargo Correia ficou 6 meses com o shield montado esperando o $ para começar a escavar. Depois teve que desmontá-lo.

      Excluir
  3. E a linha 2 fica desse jeito que ela não deveria ser.

    ResponderExcluir
  4. Escrevi este texto do link abaixo:

    http://um-cidadao-semiconsciente.blogspot.com.br/2013/11/carta-aberta-ao-metro-rio.html

    Ele é sobre sugestões para o aumento de capacidade da Linha 2, com sugestão para médio prazo, e para longo prazo, mostrando que a capacidade do Metrô Rio pode ser dobrada com a aquisição de mais composições e a construção da linha até a Carioca.

    Enviei o link para o Fale Conosco do Metrô, e eles pediram que eu enviasse o texto. Fiz isto a cerca de uma hora atrás. Vamos ver o que respondem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João, excelente colaboração mas acho que a concessionária não vai te responder.

      Excluir
  5. Existia um boato do fim do trecho é que fora por causa da dificuldade do equipamento perfurar por baixo do tunel martim sá e por haver abalos estruturais no hospital da PM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, realmente houve abalos no hospital da PM. Mas a obra não parou por causa disso. Ela parou por falta de dinheiro mesmo. Aguarde os próximos posts.

      Qualquer abalo de estrutura tem jeito: ou faz-se o túnel mais fundo, ou desvia-se o túnel ou reforça-se a estrutura acima.

      Excluir