terça-feira, 16 de junho de 2015

Metrô de Baku (Azerbaijão)

Do Brasil, falamos de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Recife (PE), Salvador (BA), São Paulo (SP) e Teresina (PI).

Nas Américas, falamos de Buenos Aires (Argentina), Chicago (Estados Unidos), Cidade do México (México), Cidade do Panamá (Panamá), Nova Iorque (Estados Unidos), Santo Domingo (República Dominicana), Toronto (Canadá) e Vancouver (Canadá).

Da Europa, falamos do de Copenhague (Dinamarca), Estocolmo (Suécia), Frankfurt (Alemanha), Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Milão (Itália), Moscou (Rússia), Paris (França), Sevilla (Espanha), Sochi (Rússia) e Viena (Áustria)

Da Ásia, falamos de Doha (Qatar), Dubai (Emirados Árabes), Mecca (Arábia Saudita), Nova Déli (Índia), Pyongyang (Coréia do Norte), Tashkent (Uzbequistão) e Tóquio (Japão).

Da África, falamos de Argel (Argélia) e Cairo (Egito).

Chegou a hora de falarmos de Baku, capital do Azerbaijão, e sede dos I Jogos Europeus. O sistema metroviário de Baku foi construído quando o Azerbaijão ainda fazia parte da União Soviética.

A primeira linha foi inaugurada em 1967. Hoje ela tem 13 estações e 20 quilômetros.

A segunda linha foi inaugurada em 1976. Ela tem 10 estações e 15 quilômetros.

Atualmente Baku está construindo dois centros de manutenção e oito novas estações. A cidade está modernizando toda sua frota de trens, bilheterias e sistemas eletrônicos. Até 2030, há um desejo de se inaugurar 76 novas estações e uma terceira linha de metrô. 

4 comentários:

  1. Gostei dessa foto....achei bonito o lugar.

    ResponderExcluir
  2. Miguel, você tem alguma referência sobre os headways praticados pelo Mundo, e qual sistema pratica o menor? Seria interessante um artigo sobre isso.

    ResponderExcluir