terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Falta Concluir a Estação Presidente Vargas

A Estação Presidente Vargas nunca foi concluída, mesmo tendo sido uma das cinco primeiras estações do metrô fluminense. Faltou construírem o Acesso C que levaria o passageiro direto à região do Saara, até a Rua Regente Feijó.

Segundo engenheiros que trabalharam na obra inicial do metrô, este acesso não ficou pronto a tempo da inauguração oficial e acabou nunca sendo concluído. Hoje, quem deveria tocar esta obra é a concessionária Metrô Rio.

A segunda imagem deste post mostra a localização dos acessos que deveriam ter sido construídos. Esta planta é de 1968.

Como este acesso nunca foi feito, hoje quem quer chegar ao Saara por esta estação é forçado a travessar a Avenida Presidente Vargas. Muitas se arriscam fora da faixa de pedestres.

Os Acessos Disponíveis:
Acesso A: Avenida Marechal Floriano.
Acesso B: Rua da Alfândega
Acesso D: Avenida Presidente Vargas

16 comentários:

  1. MDS quando penso que já vi de tudo no metro do rio vem o Miguel com mais essa eita estado desleixados com o carioca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Metrô Rio precisa corrigir os erros. A população fluminense precisa de um transporte de excelência.

      Excluir
    2. Me diz Uma Coisa Há outras estações que estão en funcionamento que nn foram construídas ou tocaram se projeto alterado de uma forma ou outra sem se o original fora a linha 4 inteira

      Excluir
    3. Douglas, os projetos das estações planejadas em 1968 foram publicados e divulgados. No entanto, como se sabe, as obras só começaram anos mais tarde. Muitas estações ganharam novos projetos mas estes não vieram a público. Acredito eu que alguns acessos importantes de algumas estações, principalmente na região do Centro, ficaram faltando.

      Excluir
    4. E a estação do largo do Machado, se não me engano o projeto era para ter um acesso na rua do Catete esquina com a rua Machado de Assis, onde hoje tem um posto do Detran.

      Excluir
    5. A Estação Largo de Machado deveria ter sete saídas pelo seu projeto original.

      Excluir
  2. E os acessos da Estação Central ao outro lado da Presidente Vargas, ainda estão funcionando ou foram desativados?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei dizer. Sei que o acesso à antiga fábrica da Brahma na Estação Praça XI está fechado. Só abrem em dia de eventos no Sambódromo.

      Excluir
    2. O acesso junto ao Campo de Santana funciona, mas os intermediários (nas calçadas dos canteiros) não. Reparei que o mais a norte (que seria na calçada entre a pista lateral e central sentido Cidade Nova) é utilizado como depósito de materiais de limpeza (a porta tem ficado aberta).

      Excluir
    3. O acesso C não foi construído.

      Excluir
  3. Miguel, uma curiosidade: como você conseguiu esta planta?

    []s
    Arlindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No livro do projeto original do Metrô.

      Excluir
    2. Como faço pra ter acesso a esse livro? É fácil de encontrar?
      Obrigado pelo excelente trabalho Miguel.

      Excluir
    3. Nas bibliotecas públicas você encontra.

      Excluir
  4. Sou cadeirante e moro perto do Sambodromo, essa saida da antiga fabrica da Brahma me pouparia 700 metros de caminhada.(Fica MUITO perto da minha casa, com a outra saida teria que andar quase 1km em uma rua sem acessibilidade). O problema é que essa entrada não tem acessibilidade e mesmo se tivesse não funciona todos os dias. Resultado, pego metrô pra ir a varios lugares, menos pra minha própria casa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deninha, provavelmente este fechamento prejudica a mais pessoas. Sugiro vocês se mobilizarem e fazerem um abaixo-assinado para a Metrô Rio.

      Excluir