terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Nove Perguntas Sem Resposta

Afinal, por que falta tanta transparência?

1 - Quem paga e quanto custa a manutenção do tatuzão?
2 - Quem paga e quanto custa o buraco da Estação Gávea?
3 - Qual o custo da água utilizada para inundar os buracos da Estação Gávea?
4 - Quem paga e quanto custa o mínimo de manutenção na plataforma da Linha 2 na Estação Carioca?
5 - Quem paga e quanto custa o mínimo de manutenção da Estação Morro de São João?
6 - Se a Estação Gávea foi inundada por segurança, a plataforma da Linha 2 na Estação Carioca e a Estação Morro de São João são seguras mesmo não tendo sido inundadas?
7 - Quem paga e quanto custa o depósito de aduelas no Centro da cidade? Quanto tempo elas podem ficar expostas a sol e chuva?
8 - Nos anos 80, a Camargo Correia fez um túnel após a Estação Estácio para testar seu tatuzão. Ela escavou 80 metros. Que fim levou este túnel? Ele foi inundado? Ou os imóveis no entorno ainda correm risco de desabamento?
9 - O que a justiça está fazendo para recuperar os R$ 3,17 bilhões desviados da Linha 4?

12 comentários:

  1. para as perguntas 1,2,4,5 e 7. a resposta é: CIDADÃO FLUMINENSE É QUEM PAGA!!!

    ResponderExcluir
  2. Acho que a carioca não represente nenhum perigo até por que a estação foi totalmente concluída única coisa que deve ter gastos e com a manutenção tendo em vista que por esta no subsolo ocorre infiltrações etc.. coisa que a metrôrio deve maquiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas, a estação não foi totalmente concluída e ela não passa por manutenção há 40 anos.

      Excluir
  3. Pra mim, A Linha 5 deveria ser
    Estações

    Engenheiro Belford Roxo
    Rocha Sobrinho
    São João de Meriti
    Shopping Grande Rio
    Jardim América
    Vista Alegre
    Vila da Penha
    Inhaúma (Integração Linha 2)
    Higienópolis
    Fiocruz - Novo Rio
    Cidade Universitária
    CENPES
    Aeroporto Tom Jobim

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Miguel!

    Você poderia me tirar uma dúvida.

    Na Europa, os Metrôs e os Trens são executados/administrados diretamente pelo Poder Público ou elas estão sob o regime de concessão, isto é, são administrados pela iniciativa privada, como acontece, por exemplo, no Rio, em que temos a concessionária de serviço público 'Metrô Rio' e a 'Supervia' nos trens?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende da cidade. Em São Paulo mesmo continua público.

      Excluir
    2. Quando menciono São Paulo, sei que São Paulo não fica na Europa.

      Excluir
    3. O que quero dizer é que não é a administração privada ou pública que faz o serviço ruim. O que faz o serviço ruim é a falta de fiscalização, o não cumprimento de itens do contrato e a passividade do Governo.

      Excluir
  5. O buraco da estação Gávea foi inundado porque esta estação não foi completamente terminada, tendo assim, suas estruturas incompletas ou expostas, ao contrário das outras estações não utilizadas (Carioca 2 e Morro de São João), cujas plantas estruturais estão perfeitas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo, você afirma que estão perfeitas por que? Quando foi a última vez que fizeram uma inspeção rigorosa lá?

      Excluir