segunda-feira, 16 de junho de 2014

Estação Carioca Linha 4

O projeto da plataforma da Linha 4 na Estação Carioca levou em consideração a possibilidade de baldeção entre as Linhas 1 e 2. Ou seja, o projeto não interferiu nas plataformas já existentes destas outras duas linhas.

O mapa ao lado mostra quatro possíveis localizações para esta plataforma da Linha 4 sendo que ela seria totalmente interligada à estrutura já existente da atual Estação Carioca.

Apesar do projeto conceitual terminar a Linha 4 na Estação Carioca, não se trata de seu fim definitivo. O projeto deixa claro a possibilidade de extensões a serem definidas por futuros governos. As duas mais aceitas são em direção ao porto e em direção à Praça da Cruz Vermelha.

Segundo o projeto conceitual também, uma vez o tatuzão chegando à plataforma da Linha 4 na Estação Carioca, ele seria desmontado e remontado na plataforma da Linha 2 e aí seriam construídas a plataforma da Linha 2 na Estação Carioca, a Estação Praça da Cruz Vermelha, a Estação Catumbi e o túnel terminaria na plataforma da Linha 2 na Estação Estácio.

20 comentários:

  1. Pelo que eu li no rascunho do projeto, a opção B é a preferida do governo, por dar a opção de levar a linha até o porto e reutilizar a TBM na linha 2 sem desmontar (vide a curva verde um pouco antes da estação, eles pretendem fazâ-la com a TBM).

    As outras opções inviabilizam a extensão da linha (eles falam que é perigoso passar por baixo da carioca atual por que não tem muitas informações sobre a sua estrutura) e obrigam a desmontar a TBM pra fazer o lote 29.

    Apesar de achar que o próximo governo (mesmo que seja o pezão) deveria começar imediatamente o lote 29, acho que a construção usando TBM deve demorar dois anos em processo de compra da máquina e mais dois ou três anos de obras, e usando os métodos antigos deve ser inviável. Acho que o lote 29 só sai em 2023 mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinícius: primeiro precisamos considerar que as obras atuais estão muito atrasadas. Acredito que até a Olimpíada apenas o trecho São Conrado - Jardim Oceânico ficará pronto.

      Teoricamente, a Linha 4 original será construída entre 2016 e 2020; o Lote 29 entre 2020 e 2024; e a Linha 4 da Carioca para o porto entre 2024 e 2028. Isso, se nada atrasar e se a política não mudar.

      Excluir
    2. Acho que o problema de se passar com a linha 4 sob a Carioca está mais ligado à qualidade do solo do que com a falta de informação sobre a estrutura da atual estação.
      É que muito antigamente, no local do atual largo da Carioca havia uma lagoa, a Lagoa de Santo Antonio. Para drená-la, os monges do Mosteiro de Santo Antonio abriram uma vala até a Praça Mauá por onde hoje é a Rua Uruguaiana (antiga Rua da Vala).
      Portanto, o problema técnico seria um solo muito encharcado, com lençol freático relativamente alto.
      A opção B, com a estação sob o atual estacionamento da Catedral Metropolitana poderia evitar essa rota, num eventual prosseguimento, passando sob o morro de Santo Antonio em direção à Praça Tiradentes e daí para o Porto pela Av. Passo e Rua Camerino.

      Excluir
  2. Segundo governador Luiz Fernando Pezão, o edital para a Linha 4 e atualização da Linha 2 até a Carioca já está pronto para ser encaminhado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só saiu até o momento o projeto conceitual, que publiquei aqui no blog.

      Excluir
  3. Interessante. Espero que o próximo governador resolva botar o metrô pra frente. A Linha 4 poderia depois, seguindo o traçado B, passar pelo porto chegando à Rodoviária Novo Rio, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O projeto conceitual não fala em rodoviária.

      Excluir
  4. Infelizmente, o projeto analisa poucas possibilidades de traçado, não avalia possibilidade de integração com a Linha 1 em Botafogo e só uma das alternativas propostas passa na Central do Brasil (e de forma bem esdrúxula).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Eu defendo que a Linha 4 vá até a Central (e não à Carioca), via Cruz Vermelha (Linha 2 ali). De lá, talvez fazer uma curva em direção à Rodoviária. É-me bem claro que o gargalo existente na Central justifica isso.

      Excluir
    2. Rodrigo, é o estudo conceitual, preliminar. Tomara que alterem. Acho fundamental uma parada na Praia de Botafogo, seja na Estação Botafogo, seja na Estação Morro de São João.

      Excluir
    3. Oi Celso, não há previsão disso. Eu acho que eles poderiam abolir a idéia da Estação Santa Teresa e substituí-la por uma Estação Riachuelo e depois Carioca. A Estação Rodoviária é uma estação prevista para a Linha 5.

      Excluir
  5. Estação Santa Tereza é a coisa mais absurda que eu já li sobre o metrô Rio, mais até que a Linha 1-A, rsss. O certo seria sim uma estação na Riachuelo, na Lapa, a próxima na Carioca, ou adjacências (até mesmo a praça Tiradentes!) e depois seguir para a Central e a Rodoviária também, de onde se ligaria a outras linhas. Mas isso é sonho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que deveria ser Estacão Itapiru. Iria revitalizar a area, que está bastante degradada.

      Excluir
    2. Esta região tem muito comércio e está muito degradada.

      Excluir
  6. Apesar dos muitos absurdos (como a estação S. Teresa), o projeto para a Carioca mostra alguma lucidez. Torçamos pela opção B que, além da conexão com as linhas 1 e 2, permite o prolongamento da linha em direção ao Porto. (talvez pelo eixo da Av. Paraguai e Rua da Conceição ou Av. Passos)
    Gostaria de ver projetadas algumas linhas que não constam do planejamento original, principamente algumas transversais que interceptassem as linhas 1, 2 e 4.
    Mais importante que a linha 4 para a Copa do Mundo e Olimpíadas seria a construção de uma linha que interligasse os vários modais de transporte: Galeão, Leopoldina, Rodoviária, Central, Praça Mauá (terminal de pasageiros do porto), Praça XV e Santos Dumont.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernando, realmente o projeto traz alguma lucidez.

      Não há projetos oficiais detalhados das linhas transversais.

      Esta linha que vc se refere (Galeão - Santos Dumont) é a Linha 5. Ela fica pronta para o Jogos Pan-Americanos de 2007. Xiiii....

      Excluir
  7. O conceito da Linha 4 é ligar o Centro a Barra via Zona Sul. O projeto licitado em 1998 previa Botafogo (Morro São João - RioSul) conectada a Linha 1, é aquela estação fantasma escavada na rocha entre Botafogo e Cardeal Arcoverde, de lá seguiria direto para o Humaitá onde teria uma estação, de lá seguiria direito até a Gávea (sob a Pça Santos Dummont) por trás do Parque Lage e Jardim Botânico na rocha, aí São Conrado e Jardim Oceanico.

    O projeto original é Carioca, poderia incluir ou não alguma estação no Centro o que poderia ser Santa Tereza, Lapa, Cruz Vermelha, ou não, seguir direto até Laranjeiras / Cosme Velho na General Glicerio, de lá direto até Botafogo na São Clemente em frente ao Santa Marta ou pelo Largo dos Leões, e de lá Humaitá, poderia passar pelo Jardim Botanico onde teria uma estação ou por fora pela rocha que iria direto até a Gávea, e a questão é na Gávea é a mudança da Pça. Santos Dummont para a PUC. De lá, São Conrado/Rocinha e Jardim Oceanico.

    Do Jardim Oceanico até o Alvorada, quantas estações seriam entre as duas, e se acabaria no Alvorada ou se caberia uma expansão até o Recreio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não havia previsão para nenhuma estação no Jardim Botânico.

      Excluir