sábado, 26 de novembro de 2011

O Estado Mente

O Movimento Metrô Que o Rio Precisa pediu, a imprensa pediu, a Vereadora Andréa Gouvea Vieira pediu no RJTV. Em todas as oportunidades, o estado enrolou e não entregou. Agora o jornal Destak cobrou: afinal, cadê os estudos que provam por A + B que a Linha 4 por Ipanema e Leblon é mais rentável que seu projeto original?

Em Botafogo, os ônibus do "Metrô sobre Rodas" - a qualquer hora do dia, na ida e na volta - estão lotadíssimos e dezenas de pessoas descem a cada ponto da parada: Largo dos Leões, Humaitá, Maria Angélica, Jardim Botânico, Praça Santos Dumont e PUC.

Se não há estudos, por que o estado alterou a Linha 4? Se há estudos porque não os publicam?

16 comentários:

  1. Sinto, veementemente, que Miguel está ficando desmotivado, não com o blog, mas pela a alienação da população!

    Como posso ajudar?!!
    Vamos fazer uma campanha, sei lá!

    ResponderExcluir
  2. Não estou desmotivado! A luta continua.

    ResponderExcluir
  3. Aluta continua e nessa quarta o pessoal do Metrô que o Rio precisa estara la na Praça Gen Osório fazendo panfletagem,explicando o problema,e colhendo abaixo assinado,nessa quarta dia 30 as 15 horas.
    O Governo nao tem nem como apresentar esses estudos,eu duvido muito desse numero de 300 mil pessoas.Aqueles 140 mil que eles falam que o projeto original levaria sao números dos anos 80 e nunca foram atualizados ,se fosse fazer pesquisa talvez o numero seria muito maior do que os 300 mil dessa tripa que eles ficam defendendo.Temos que cobrar os estudos sim ,afinal metrô é transporte PUBLICO!

    ResponderExcluir
  4. O Movimento teve grande sucesso e adesão neste final de semana na Praça General Osório!

    ResponderExcluir
  5. Em pensar que tiraram o metrô da Cruz Vermelha...

    http://oglobo.globo.com/rio/obras-do-hospital-do-cerebro-comecam-em-dezembro-3339598

    ResponderExcluir
  6. Francisco, contacte a mídia, escreve emails para jornais, revistas e gente influente. Vamos tentar divulgar.

    ResponderExcluir
  7. Eu publico sempre no meu blog (claroquepoggi.blogspot.com) mas ainda não tenho muita visualização. E indico o link deste aqui também e, claro, coloco no Facebook. Onde estão os deputados e vereadores?! Cade o Molon?!?!

    ResponderExcluir
  8. Alguns fazem parte do Movimento Metrô que o Rio Precisa. A mais atuante é a Andrea Gouvea Vieira.

    ResponderExcluir
  9. Pessoal
    Eu acompanho este blog e sou a favor do projeto original. Quero propor algo para vcs do blog. Quem sabe fazer vídeo explicando as propostas e divulga-lo no facebook e youtube. Assim as idéias e as informações chegariam a mais pessoas. Pelo que já li no blog, existe material suficiente para um bom vídeo.

    ResponderExcluir
  10. Oi Edgar, o pessoal tem divulgado isso. Visite o site do Movimento Metrô que o Rio Precisa.

    ResponderExcluir
  11. Os alegados estudos são feitos sob encomenda da casa civil pela FGV. A fundação em questão não faz estudos relacionados a transportes. Além disso, burburinho a verificar: os estudos sobre o trecho vigente são comparados a estudos sobre o trecho licitados da linha 4 à época da licitação (não atualizados).

    ResponderExcluir
  12. briga pelo traçado da linha 4
    se quem está brigando andasse de metrô hoje em dia, talvez mudará de ideia,

    o metrô, trem, barcas no Rio é deposito de lata de sardinha, super lotado,

    a resposta é simples, privatizaram aí as empresas diminuíram a quantidade de trens e barcas, para ter menos gastos e mais lucro, privatizou virou caos.

    ResponderExcluir
  13. Depois que eu peguei o metrô para saltar no Maracanã e não consegui sair, só consegui sair em Inhaúma, não viajo nunca mais nele, e nem em trem e nem em barca, porque vai lá que ela afunda.

    ResponderExcluir
  14. Com certeza tragédias maiores poderão vir a qualquer momento.

    ResponderExcluir