sábado, 17 de setembro de 2022

Blog Metrô do Rio Defende Conclusão Das Linhas 1, 2, 3 e 4 nos Próximos 10 Anos

Não custa sonhar, não é? Como já fizemos no passado, voltamos a defender os projetos originais das Linhas 1, 2 e 4 do Metrô do Rio de Janeiro - lembrando sempre que a Linha 3 para Niterói e São Gonçalo não é mais do que a continuação da Linha 2.

Acreditamos que com um investimento sério, lembrando que dispomos de um tatuzão parado, esta rede metroviária poderia já estar operando em dez anos.


O que Falta ser Construído?

Linha 1

A Linha 1 é a mais avançada em termos de obras. Sendo circular, ela é importantíssima para distribuir a população entre as outras linhas. É preciso concluir a Estação Gávea e a Estação Morro de São João. Duas novas estações precisariam ser construídas na Tijuca: a Estação Muda e a Estação Usina.

Linha 2

A Linha 2 termina na Estação Estácio mas parte do túnel que ligaria esta estação à Estação Catumbi está pronta. Parte das fundações da Estação da Praça da Cruz Vermelha também foi feita. A plataforma da Linha 2 na Estação Carioca está pronta e é carinhosamente conhecida como "plataforma fantasma". Faltaria constuir a Estação Praça XV para a integração com as Barcas. Uma vez feito isso, poderia se expandir a Linha 2 da Estação Pavuna à Estação Belford Roxo. Da Estação Praça XV, um túnel subterrâneo ligaria o Rio de Janeiro à Niterói na Estação Praça Araribóia. A partir daí a Linha 2 seguiria seu caminho para São Gonçalo e Itaboraí. Linha 2 e Linha 3 são a mesma coisa.

Linha 4

A Linha 4 não é esta que construíram para os Jogos Olímpicos. Uma nova plataforma para a Linha 4 precisa ser construída na Estação Carioca. De lá, ela cortaria bairros que não são atendidos pelo metrô, como Lapa e Laranjeiras. Ela passaria pela Estação Botafogo, que precisa de uma segunda plataforma em seu subterrâneo. Ela continuaría pela Estação Dona Marta, Estação Humaitá, Estação Jardim Botânico e se juntaria novamente à Linha 1 na Estação Gávea. Dali sim, ela iria em direção à Zona Oeste passando pela Estação São Conrado e a Estação Jardim Oceânico, que já estão em operação. 


quarta-feira, 31 de agosto de 2022

As Propostas dos Candidatos para o Metrô do Rio de Janeiro

O que os candidatos do Rio de Janeiro propõem para o metrô do Rio de Janeiro?

Como sempre, a Linha 3, a conclusão da Linha 2 e os futuros traçados do metrô para a Baixada Fluminense são sempre lembrados na campanha eleitoral. No entanto, quando assumem o poder, os Governadores não fazem ou fazem muito pouco pelo metrô.

O projeto metroviário do Grande Rio de Janeiro é basicamente o mesmo desde os anos 1920 e até hoje sequer a Linha 1 foi concluída. Pior, sem estudarem nada, os candidatos divergem de como vão fazer cada linha. É cada projeto faraônico sem pé, nem cabeça...mas fica bonito nas entrevistas, na televisão e nos palanques falar de "metrô para você, metrô para lá, metrô para cá, tudo será maravilhoso..."

O atual mandatário fluminense poderia ter tentado algo, já que a Estação Gávea, a Estação Morro de São João e a plataforma da Linha 2 na Estação Carioca estão em fase de construção respectivamente, há anos, décadas, séculos!


Resumo das Propostas dos Candidatos para o Metrô do Rio de Janeiro

  • Cláudio Castro (PL): Metrô na Baixada com um Metroleve, Linha 3 entre Praça XV e Gonçalo e levar a Linha 2 entre Estácio e Praça XV.
  • Cyro Garcia (PSTU): Ampliação do metrô. Sem detalhes.
  • Eduardo Serra (PCB): Investimentos no metrô. Sem detalhes.
  • Juliete Pantoja (UP): Expansão do metrô para a Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo.
  • Marcelo Freixo (PSB): Linha 3 entre São Gonçalo e Niterói; VLT na Ilha do Governador e Baixada Fluminense; construir nove estações de barcas na Baía de Guanabara.
  • Paulo Ganime (Novo): Terminar a Estação Gávea.
  • Rodrigo Neves (PDT): Modernizar sistema metroviário.
  • Wilson Witzel (PMB): Terminar a Estação Gávea, Linha 3 entre Niterói e São Gonçalo e barcas para São Gonçalo, Magé e Barra da Tijuca.

sábado, 26 de março de 2022

Disse Me Disse da Estação Gávea

Resolvi fazer uma nova publicação no blog. afinal a última postagem data de março de 2021. Alguns leitores reclamam da falta de notícias no blog. Eu pergunto: que notícias? Não há nada novo. Não há nenhuma obra em andamento ou estudo sendo realizado. O sistema metroviário fluminense é o mesmo desde 2016.


As Últimas Notícias da Estação Gávea

Risco de Catástrofe no Bairro da Gávea

Em abril de 2021, um estudo apontou que o buraco da Estação Gávea tem risco de afundamento. É porque a água dentro do buraco serve como medida temporária - não definitiva - para ase manter o buraco. Quem não ouviu a expressão "água mole em pedra dura bate tanto até que fura". É mais ou menos isso. A Água pode escapar pelo solo arenoso do local e também por qualquer estrutura de concreto construída ali para segurar as paredes do buraco. Se esta água vazar, prédios da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e edifícios residencias e comerciais nos arredores do terreno da estação correm risco de desabamento.

Moradores se Unem pela Obra da Estação Gávea

Em maio de 2021, três associações de moradores unifram forças para exigir das autoridares a conclusão da obra da Estação Gávea que beneficiaria os passgeiros das Linhas 1 e 4. O Movimento Metrô Que o Rio Precisa, que reunia diversas associações de moradores da Zona Sul, praticamente deixou de existir após os Jogos Olímpicos de 2016. O novo movimento popular, chamado "Anda Metrô Gávea", reúne as associações de moradores da Gávea, Alto Rebouças e São Conrado.

Fracassa Licitação do Estado pela Conclusão da Obra da Estação Gávea

O estado do Rio de Janeiro bem que tentou. Em setembro de 2021 porém, não apareceram interessados em construir o que falta da Estação Gávea. Tampouco apareceram interessados em projetar a estabilização do buraco. Com estes resultados, tudo ficou na mesma. Um buraco gigantesco com água e nenhuma obra acontecendo.

Fundo Árabe Compra Metrô do Rio

Em novembro de 2021,o fundo árabe Mubadala, de Abu Dhabi (Emirados Árabes) investiu cerca de R$ 2,6 bilhões para comprar da INVEPAR a concessão da operação do metrô Rio. O dinheiro será todo utilizado para que a antiga concessionária pague dívidas com o estado e com as construtoras de obras antigas do metrô. O Mubadala detém 51,5% das ações do Metrô Rio.

Tribunal de Contas Pede Ressarcimento

O Tribunal de Contas do Rio de Janeiro pediu o ressarcimento de R$ 2,5 bilhões e a conclusão das obras da Estação Gávea. Esta notícia é de dezembro de 2021 e traduz o resultado de três meses antes, quando não houve interessados para a conclusão da obra da estação. É o último recurso que o estao do Rio tem para fazer com que as empresas contratadas para a Linha 4 concluam a obra. Vale lembrar que a obra da Linha 4, que deveria ter sido toda ela inaugurada em 2016, custou mais do que o dobro do inicialmente previso e muito dinheiro foi desviado por corrupção.

Estado Quer Que Concessionária Rio-Barra Faça as Obras da Estação Gávea

Também em dezembro de 2021, os principais jornais do Rio de Janeiro publicaram esta notícia. O estado não tem dinheiro, a concessionária - agora árabe - não tem a obrigação de investir e a licitação não atraiu investidores. O que restou? A Rio-Barra, um dos consórcios responsáveis pela obra da Linha 4 e que deveria ter entregue toda a obra, o que incluia a Estação Gávea, para Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.