quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Dinheiro da CEDAE Pode Parar no Metrô

É isso mesmo! O dinheiro da privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE) pode parar nos trilhos do metrô. Este pelo menos é o plano do atual governador Wilson Witzel.

Segundo as últimas informações, o Governo do Rio de Janeiro pretende vender 60% das ações da CEDAE na Bolsa de Valores em 2021. Os demais 40% continuariam nas mãos do Estado.

Estes 60% gerariam R$ 11 bilhões em caixa para o estado investir em diversas áreas, além de pagar dúvidas.

Cerca de R$ 1 bilhão deste montante seria investidos no metrô.

O que seria feito então?

Maiores informações não foram divulgadas. Porém, praticamente metade deste dinheiro seria usado para concluir a Estação Gávea. Esta estação receberá trens tanto da Linha 1, quanto da Linha 4. Lembro que a conclusão desta obra está autorizada desde 2019.

A outra metade seria destinada para o início das obras da Linha 3. "A pedra fundamental", segundo ele. O que seria isso? Ninguém sabe.

Vale sempre recordar que a Linha 3 (São Gonçalo - Niterói) não existe. O que existe é a Linha 2 Belford Roxo - Visconde de Itaboraí, que também abrigaria os municípios de São Gonçalo e Niterói. Este título de "linha 3" foi dado erradamente pela Governadora Rosinha Garotinho, mas, pelo visto, ele ficou.

Lote 29 2 Descartado

Muitos perguntam porque não se coloca esta grana para terminar o trecho Centro da Linha 2 com a Estação Catumbi, Estçaão Praça da Cruz Vermelha, Estação Carioca e Estação Praça XV.

Sem muitos dados, projetos ou informação, por enquanto, o carioca e o fluminense ficará aguardando. Sempre na esperança...